Campus

Instituto de Relações Internacionais da USP divulga nota de repúdio contra atos racistas em evento on-line
Nota destaca que prática deste “crime inaceitável”, “fere os princípios constitucionais da honra e dignidade da pessoa humana”
Por USP - 11/02/2021



O Instituto de Relações Internacionais da USP (IRI-USP), em parceria com a Universidade Presbiteriana Mackenzie e com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, está realizando a primeira edição do curso de Segurança Multidimensional nas Fronteiras, uma iniciativa da Rede Interamericana de Desenvolvimento e Profissionalização Policial (REDPPOL).

O curso está sendo ministrado para um público de mais de 2 mil alunos, entre agentes de Segurança Pública de todos os Estados brasileiros e países vizinhos da América do Sul, e visa a reduzir assimetrias e promover a cooperação entre as instituições policiais atuantes em regiões de fronteira.

Nesta terça-feira, dia 9/2/2021, às 17h, tivemos a honra de receber o tenente-coronel Evanilson Corrêa de Souza, coordenador do Programa de Combate ao Racismo da Polícia Militar de São Paulo. O convidado iria fazer uma exposição sobre o programa e os desafios para o combate ao racismo no contexto da atividade policial.

Às 17h26, um usuário começou a hostilizar o palestrante com termos racistas, chegando inclusive a tomar o controle da apresentação e rabiscar tais termos na tela compartilhada com todos os participantes. Às 17h30, outro usuário apareceu no chat disparando injúrias racistas e foi retirado da sala pela nossa equipe.

Manifestamos nosso repúdio à prática deste crime inaceitável, que fere os princípios constitucionais da honra e dignidade da pessoa humana, sob os quais a REDPPOL, nossos instrutores e instituições parceiras conduzem as atividades deste curso e demais iniciativas.

Os coordenadores do curso enviaram denúncia ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa e o registro de ocorrência está sendo feito na delegacia da área, agora pela manhã.

Nota da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

A Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, por meio de sua Diretoria, vem a público manifestar integral apoio ao Instituto de Relações Internacionais, em repúdio aos atos de injúria racial praticados contra o Tenente-Coronel Evanilson Corrêa de Souza, durante o “Curso de Segurança Multidimensional nas Fronteiras”.

A FFLCH considera inaceitáveis as práticas resultantes de discriminação ou preconceito, em todas as suas formas.

 

.
.

Leia mais a seguir