Talento

Semioticista Lucia Santaella é primeira titular da Cátedra Oscar Sala do Instituto de Estudos Avançados
A Cátedra é uma parceria entre o IEA e o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br)
Por Adriana Cruz - 18/04/2021


A professora é a primeira titular da Cátedra, que homenageia o físico nuclear e Professor Emérito do Instituto de Física da USP Oscar Sala – Foto: Reprodução
 
A semioticista e Professora Emérita da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) Lucia Santaella é a primeira titular da Cátedra Oscar Sala, ligada ao Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP.

A cerimônia, realizada de forma virtual, no dia 16 de abril, contou com a participação do reitor Vahan Agopyan; do diretor do IEA, Guilherme Ary Plonski; do diretor-presidente do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), Demi Getschko; do representante do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), Marcio Nobre Migon, além de outros dirigentes da universidades e autoridades governamentais.

Doutora em teoria literária pela PUC-SP e livre-docente em ciências da comunicação pela USP, Lucia é professora titular na pós-graduação em Comunicação e Semiótica e coordenadora da pós-graduação em Tecnologias da Inteligência e Design Digital da PUC e realizou diversas pesquisas de pós-doutorado em universidades europeias e latino-americanas. Suas áreas mais recentes de pesquisa são: comunicação; semiótica cognitiva e computacional; inteligência artificial; estéticas tecnológicas; e filosofia e metodologia da ciência.

“A criação de cátedras na USP foi uma iniciativa que começou há nove anos. Convidamos uma pessoa externa à nossa instituição para tratar de um assunto multidisciplinar, complexo, não rotineiro, dando a oportunidade para que docentes e alunos, principalmente de pós-graduação, possam dialogar e interagir com outras visões que não apenas da Universidade. As cátedras enriquecem e oxigenam a USP”, comemorou o reitor.

Segundo o coordenador acadêmico da cátedra, o jornalista e professor Eugênio Bucci, da Escola de Comunicações e Artes (ECA), ao pensar no nome de Lucia, a coordenação da cátedra “sonhou alto, muito alto, e foi recompensada pela generosidade dela em acolher nosso convite, para sorte nossa e das pesquisas desenvolvidas na USP”.

“Não queríamos que nosso tema, ligado à internet e à sua governança, ficasse esgotado nas matrizes técnicas, jurídicas e econômicas, mas se expandisse pelos campos vastos da cultura, da linguagem e das humanidades, em especial das simbioses entre o humano e as tecnologias”, afirmou o professor.
 
Em seu discurso, a nova catedrática falou sobre sua atuação à frente da Cátedra e sobre a formação do Grupo Interdisciplinar de Notáveis, que dará apoio à sua gestão. O grupo será formado pelos professores Demi Getschko, Christian Dunker, Fábio Cozman, Gisele Beiguelman, Luiz Fernando Castro, Pedro Vitoriano de Oliveira e Clotilde Perez.

“O papel ético e político que nós, pesquisadores e professores, desempenhamos como cidadãos do nosso tempo, realiza-se prioritariamente nos interiores do universo acadêmico. No vórtice e na vertigem das grandes transformações pelas quais a humanidade está sendo impactada, temos que repensar e reconstruir esse papel atendendo ao chamado de uma nova engenharia e modelagem do conhecimento. É daqui, deste lugar, que nos cabe o dever de buscar compreender os desafios do nosso tempo”, considerou.

A Cátedra Oscar Sala é uma parceria entre o IEA e o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) no âmbito de convênio de cooperação firmado entre a USP e o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). A finalidade do posto de pesquisa é fomentar, orientar e patrocinar o intercâmbio multidisciplinar entre os saberes de áreas diversas para fortalecer e cultivar o conhecimento sobre a internet, seu funcionamento, suas aplicações e suas ferramentas.

 

.
.

Leia mais a seguir