Campus

Olhar dos jovens sobre a relação entre alimentação-água-energia
Webinar celebra seis anos de projeto realizado por Universidade de Birmingham, USP e Unesp
Por ACI Unesp - 05/11/2020

No dia 11 de novembro, a partir das 11h, um webinar intitulado Children, Young People and their Environments irá reunir pesquisadores da Universidade de Birmingham, da USP e da Unesp para refletir sobre os seis anos de colaboração entre as instituições em pesquisas que procuraram entender qual a compreensão que as crianças e jovens desenvolvem sobre o ambiente em que vivem, em especial sobre a relação entre alimentação, água e energia.

O projeto de pesquisa já captou mais de um milhão de libras esterlinas (mais de R$ 7,5 milhões) e irá se somar à experiências semelhantes sobre a percepção do “nexo” ambiental realizadas no Reino Unido e na Índia. Entre os financiadores do projeto está a FAPESP, por meio de um projeto temático. 

Os professores Jose Antonio Perrella Balestieri e Arminda Eugenia Marques Campos, ambos do câmpus de Guaratinguetá, participaram do projeto e serão os representantes da Unesp no webinar. Além deles, completam o grupo de participantes os professores Peter Kraftl, Susanne Börner e Richard Butler, da Universidade de Birmingham, e Leandro Giatti e Carolina Monteiro de Carvalho, da USP. 


O encontro virtual também irá abordar algumas das principais prioridades para pesquisas sobre cidades sustentáveis e os jovens, e como estes poderão apoiar os formuladores de políticas públicas e os próprios jovens nestes tempos complexos e incertos. O evento será uma oportunidade para refletir sobre os tipos de colaboração possíveis entre o Reino Unido e o Brasil para abordar essas prioridades. 

O evento é gratuito e aberto a todos os interessados pelo link: https://www.birmingham.ac.uk/events/brazil-forum/children-young-people-and-their-environments.aspx

Será parte do evento também uma reflexão sobre a possíveis abordagens deste tema de pesquisa em um mundo (pós) Covid, bem como as formas como as pandemias interagem com toda uma série de outras questões da (futura) vida dos jovens brasileiros. Tais questões envolvem, por exemplo, degradação ambiental, alterações climáticas, escassez de recursos e desastres. O encontro deve considerar também quais as teorias e métodos poderão ser mais adequados ao envolvimento dos jovens e à pesquisa interdisciplinar na resposta a estas questões.

 

.
.

Leia mais a seguir