Campus

Curso da USP discute injustiças urbanas e propostas para combatê-las
Curso promovido pelo Centro de Estudos da Metrópole é gratuito, para o público em geral e será ministrado de forma on-line; inscrições vão até este domingo, 28 de fevereiro
Por Karina Tarasiuk - 27/02/2021


Foto: Wikimedia Commons
 
Estudar os motivos que levam a segregação a ser uma injustiça estrutural e histórica e também analisar propostas de soluções práticas para combatê-la, saindo do campo teórico para o prático, é um dos objetivos do curso Injustiças Urbanas, Segregação e Políticas Públicas: Um Estudo de Filosofia Política, que tem inscrições abertas até este domingo, 28 de fevereiro. São 80 vagas abertas para a comunidade externa que serão sorteadas caso o número de inscrições seja superior. O interessado deve preencher o formulário pelo Sistema Apolo neste link.

Promovido pelo Centro de Estudos da Metrópole (CEM) e pelo Departamento de Ciência Política da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, o curso terá aulas on-line realizadas entre os dias 2 e 30 de março, às terças-feiras, das 10h às 12h30. 

No curso, serão estudados autores importantes para o debate sobre injustiças urbanas, como Elizabeth Anderson, Tommie Shelby, Iris Young e Lélia Gonzalez. O programa do curso está disponível aqui.

A coordenação do curso é de Adrian Gurza Lavalle, vice-diretor do CEM e professor do Departamento de Ciência Política da FFLCH e as aulas serão ministradas por Katarina Pitasse Fragoso, pós-doutoranda do CEM.

 

.
.

Leia mais a seguir