Mundo

Lagarto alado pré-histórico desenterrado no Chile
Os fósseis do dinossauro que viveu há cerca de 160 milhões de anos no que hoje é o deserto do Atacama, foram desenterrados em 2009.
Por AFP - 11/09/2021


Fósseis confirmados como sendo de um pterossauro rhamphorhynchine - a primeira criatura desse tipo a ser encontrada em Gondwana, o supercontinente pré-histórico que mais tarde formou as massas de terra do hemisfério sul.

Cientistas chilenos anunciaram a descoberta dos primeiros vestígios do hemisfério sul de um tipo de "lagarto alado" da era jurássica conhecido como pterossauro.

Os fósseis do dinossauro que viveu há cerca de 160 milhões de anos no que hoje é o deserto do Atacama, foram desenterrados em 2009.

Eles agora foram confirmados como sendo de um pterossauro rhamphorhynchine - a primeira criatura desse tipo a ser encontrada em Gondwana, o supercontinente pré-histórico que mais tarde formou as massas de terra do hemisfério sul.

O pesquisador Jhonatan Alarcon, da Universidade do Chile, disse que as criaturas tinham envergadura de até dois metros, cauda longa e focinho pontudo.

“Mostramos que a distribuição dos animais nesse grupo era mais ampla do que se conhecia até hoje”, acrescentou.

A descoberta também foi "o mais antigo pterossauro conhecido encontrado no Chile", relataram os cientistas na revista científica Acta Paleontologica Polonic.

 

.
.

Leia mais a seguir