Saúde

Tomar Tylenol durante a gravidez associado a riscos elevados de autismo, TDAH
Um estudo analisando amostras de sangue do cordão umbilical descobriu que os recém-nascidos com maior exposição ao acetaminofeno tinham cerca de três vezes mais chances de serem diagnosticados com TDAH ou transtorno do espectro do autismo na inf
Por Hub.jhu.edu/MaisConhecer - 30/11/2019

Um novo estudo de pesquisadores da Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg descobriu que a exposição ao acetaminofeno no útero pode aumentar o risco de uma criança sofrer de déficit de atenção com hiperatividade ou transtorno do espectro do autismo.

Comprimidos de Tylenol

Os pesquisadores analisaram dados da Boston Birth Cohort , um estudo de 20 anos sobre fatores do início da vida que influenciam a gravidez e o desenvolvimento infantil. Eles descobriram que crianças cujas amostras de sangue do cordão continham os mais altos níveis de acetaminofeno - o nome genérico do medicamento Tylenol - tinham aproximadamente três vezes mais chances de serem diagnosticadas com TDAH ou transtorno do espectro do autismo mais tarde na infância, em comparação com crianças com os níveis mais baixos de acetaminofeno no sangue do cordão umbilical.

Suas descobertas foram publicadas na semana passada no JAMA Psychiatry .


Estudos anteriores descobriram uma associação entre o uso materno de acetaminofeno durante a gravidez e o aumento dos riscos de resultados adversos na infância, incluindo distúrbios no desenvolvimento neurológico, como o TDAH - marcado por hiperatividade e dificuldade em prestar atenção ou controlar o comportamento impulsivo - e o transtorno do espectro do autismo, um complexo desenvolvimento do desenvolvimento. distúrbio que pode afetar o modo como a pessoa socializa, se comunica e se comporta. Como esses estudos se basearam nas mães que relataram o uso de acetaminofeno, os críticos disseram que os resultados podem ser afetados pelo viés de recordação ou pela falta de uma medida objetiva da exposição no útero. Como resultado, a Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA absteve-se de fazer recomendações sobre o uso de acetaminofeno durante a gravidez.

"As pessoas em geral acreditam que o Tylenol é benigno e pode ser usado com segurança para dores de cabeça, febre, dores e dores", diz Xiaobin Wang , professor do Departamento de População, Família e Saúde Reprodutiva da Bloomberg School e o autor correspondente do estudo. . "Nosso estudo apóia ainda mais as preocupações levantadas por estudos anteriores - que há uma ligação entre o uso de Tylenol durante a gravidez e o aumento do risco de autismo ou TDAH".


Para o estudo, de autoria do colega de pós-doutorado Johns Hopkins Yuelong Ji e colegas, a equipe mediu os biomarcadores do acetaminofeno e dois de seus subprodutos metabólicos em amostras de sangue do cordão umbilical de 996 nascimentos individuais. Cada amostra analisada continha algum nível de acetaminofeno - confirmando o amplo uso da droga durante a gravidez, trabalho de parto e parto. Os pesquisadores então dividiram as crianças do estudo em três grupos, com base na quantidade de acetaminofeno e seus metabólitos presentes nas amostras de sangue do cordão umbilical.

Comparadas ao grupo com a menor quantidade de exposição ao acetaminofeno, as crianças do terceiro grupo tinham cerca de 2,26 vezes mais chances de ter um diagnóstico de TDAH e 2,14 vezes mais chances de ter um diagnóstico de transtorno do espectro do autismo. Aqueles com os níveis mais altos de exposição foram associados a 2,86 vezes o risco de TDAH e 3,62 vezes o risco de transtorno do espectro do autismo, em comparação com aqueles com a menor exposição.

Os pesquisadores descobriram associações consistentes entre a droga e os distúrbios em vários outros fatores que se correlacionam com o diagnóstico de TDAH e transtorno do espectro do autismo, como IMC materno, parto prematuro, sexo infantil e relatos de estressores maternos e uso de substâncias.

Wang ressalta que, embora o estudo tenha encontrado uma associação consistente entre os biomarcadores do acetaminofeno e seus metabólitos no sangue do cordão umbilical e o risco infantil de TDAH e distúrbio do espectro do autismo, não deve ser interpretado que o uso de Tylenol causa esses distúrbios.

"Mais estudos são claramente necessários para esclarecer melhor a preocupação", diz Wang. "Até que seja certo, pais e profissionais de saúde podem querer considerar o benefício e o risco potencial ao tomar uma decisão sobre o uso de acetaminofeno durante a gravidez ou no período periparto".

 

.
.

Leia mais a seguir