Talento

Alunos premiados pelo Centro de Desenvolvimento Infantil
Cada bolsista receberá uma doação para apoiar sua pesquisa de dissertação independente
Por Lisa Haidar - 24/07/2020


Bolsistas de Ciência e Inovação 2020-2021. Fotos de: Catalina Rey-Guerra; Tan Pham; Channing Johnson; e Thomas Wang.

O Center on the Developing Child anunciou em 15 de julho que quatro estudantes de doutorado receberam bolsas de ciência e inovação para 2020-2021.

Cada bolsista receberá uma doação para apoiar sua pesquisa de dissertação independente. A Irmandade foi criada com o objetivo de criar uma nova geração de líderes que alavancarão a ciência para a inovação nas políticas e práticas da primeira infância para tornar a pesquisa viável.

O programa de bolsas promove a colaboração interdisciplinar e constrói a capacidade de cada bolsista de projetar, conduzir e traduzir pesquisas em práticas e políticas que melhorarão os resultados para crianças que enfrentam adversidades.

Jorge Cuartas é doutorando em desenvolvimento humano, aprendizado e ensino, um programa oferecido pela Harvard Graduate School of Education em colaboração com a Graduate School of Arts and Sciences.

Sua pesquisa se concentra nas disparidades no desenvolvimento infantil e nas práticas parentais em contextos globais e nos efeitos do castigo corporal no desenvolvimento neural, cognitivo e socioemocional das crianças.

O objetivo da pesquisa de Cuartas é desenvolver evidências que possam informar programas escaláveis ​​para evitar punições corporais e promover abordagens disciplinares positivas nos esforços e políticas de prevenção. Ele é co-fundador e co-diretor da Apapacho , uma organização sem fins lucrativos que visa promover um cuidado positivo e o desenvolvimento infantil na Colômbia.

Rosa Guzman Turco é uma aluna de doutorado em desenvolvimento humano, aprendizado e ensino, um programa oferecido pela HGSE em colaboração com o GSAS. Seus interesses de pesquisa estão na interseção entre linguagem, alfabetização e tecnologia.

Sua pesquisa tem como objetivo entender como a tecnologia está moldando a alfabetização e o desenvolvimento da linguagem das crianças, a fim de ajudar pais e profissionais a tomar melhores decisões sobre o uso de dispositivos tecnológicos, especialmente em comunidades carentes.

Turco é assistente de pesquisa no Early Learning Study de Harvard, afiliado à Iniciativa de Educação Infantil Saul Zaentz, além de Reach Every Reader.

Michelle Lee é uma estudante da Harvard Medical School. Sua pesquisa visa contribuir para uma compreensão mais completa das barreiras e estratégias para acessar e participar de programas e serviços de intervenção precoce entre famílias em situação de rua.

Sua pesquisa tem o potencial de informar as melhores práticas e orientações a profissionais e formuladores de políticas na elaboração de programas para atingir populações que podem estar mais necessitadas de serviços de intervenção precoce.

Christine Junhui Liu é uma aluna de doutorado em Biociência e Tecnologia da Fala e Audição, Divisão de Ciências Médicas, um programa da HMS. Sua pesquisa visa aumentar a compreensão dos mecanismos neurais da plasticidade auditiva. Ela é motivada pelas implicações da identificação de novas maneiras de estimular a religação do cérebro para o tratamento de distúrbios do desenvolvimento neurológico. Ela procura entender o impacto do som e da linguagem precoces no desenvolvimento do cérebro infantil e ajudar as crianças com distúrbios do desenvolvimento neurológico.

Nos últimos 13 anos, esse programa de bolsas apoiou 53 pesquisadores emergentes cuja pesquisa se concentra em uma série de fatores que podem afetar o desenvolvimento da primeira infância, com o objetivo de encontrar novas soluções para os desafios persistentes.

 

.
.

Leia mais a seguir